Jump to content

Megirus

Members
  • Posts

    15
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Megirus

  1. Não é que a build física esteja ruim, mas agora ela se torna inferior as outras, de mesmo modo que a mágica era. Pois o charmer possui o dano mais lento do jogo e agora mais um atraso nos ataques o deixa para trás em comparação com classes que não possuem as limitações que o encantador possui.
  2. 30s média do lobo com reliquia. 4 atks em 10s. 12 ataques por lobo. No máximo 36 atks. Antes eram 45. 45-36 =9. Aí é complicado menos 9 atks por ciclo de invocação. É um baita nerf no pve e pvp, para builds físicas.
  3. Felicidade pura, finalmente veio dano critico, antes buff de guilda era inútil.
  4. Morri de rir com a referência jkkkkk
  5. Dona Lurdes já seria motivo por 90% do up dessa classe kkk Ideias ótimas matarato, achei muito criativas.
  6. Vejo muita inspiração no mestre das bestas, algumas mudanças são muito bem vindas, mas não precisa ser igual, quem joga de encantador sabe que o forte não é a qualidade, mas sim a quantidade de skills. Sua versatilidade o torna único, bem.. até o limitarem de forma bastante triste . E agora não está tão versátil assim. No último balanceamento foi bastante fortalecida uma determinada build em detrimento da outra e isso também se aplica aos talentos atuais, que aumentam a sobrevivência da build mágica e enfraquecem a física. Prisma é uma habilidade puramente de dano, dar esse up influência de forma positiva a distribuição de pontos em diferentes builds. A cura de guerreiro sempre foi fraca, mas como toda cura base não há muito o que se comentar. No caso da opressão faltou o limite de jogadores afetados, quanto ao dano em minha opinião não é de grande relevância, pois em essência é skill para controle, se nesse quesito estiver boa. Já é o suficiente. Quanto ao chamado, já existem mecânicas no jogo que são superiores que tornam evidentes ajustes nessa skill, concordo com o uso do poder físico e do mágico. Mas não necessariamente a parte de seguir o jogador, creio que isso deveria algo particular ao mestre das bestas, mas como sugestão para manter a identidade do encantador, pediria a retirada do limite de invocações e aumento na duração dessa skill ou a invocação imediata de 3 lobos na área com o tempo de recarga da skill prolongada. A mudança no fogo sobrenatural achei da hora, fogo que queima, sempre esperei por isso, acredito que combine bem mais com a skill. Quanto ao olho da escuridão, seria a skill de tank que o encantador esperava. Sem mais comentários sobre. Socorro do caos com dano aumentado é uma dádiva que levantaria a build mágica e híbrida para o meta do game e combinada com pacto naturalmente se tornaria uma classe essencial para as guildas nos desafios do endgame. Quanto a cura pelos 3s seria um belo adicional, mas dispensável. E por último a habilidade de invocador seria uma skill bastante assustadora, levaria a outro patamar o pve e pvp da classe. São mudanças ótimas e bem pensadas rhaast, parabéns pelas ideias.
  7. Em meu caso não aparece a opção de presentear
  8. Uma cobrança desnecessária, o talento do jeito que está é irrelevante no pve e perigoso no pvp. Poderia ir para o pássaro ao invés do jogador, assim diminuiria um pouco mais a divisão do dano.
  9. DIA 1: — Porque é isso que aventureiros fazem! – Disse o jovem franzino , derramando lágrimas. — É perigoso demais , não posso permitir que vá, é meu único filho, não sei o que faria da minha vida sem você – disse a mulher de cabelos negros e meia-idade. — Nosso povo precisa de ajuda e isso é o que devo fazer , a guerra nos levou tanto... Talvez seja a nossa esperança - diz o jovem limpando as lágrimas com a manga de sua camisa desbotada e maltrapilha. — Eu não aceito, não tenho nada além... de você, meu querido. — Essa escolha é só minha.. e já sabe o que decidi – segue o jovem com sua trouxa de roupas em mãos se dirigindo à porta. Por um segundo parece que o mundo fica em silêncio.... — Então me prometa que irá voltar! — Eu prometo – disse o jovem sorrindo. DIA 90: — Você aprendeu bastante garoto, mais que aquela pedra, e agora infelizmente pra você vai se tornar um batedor nesse maldito labirinto – comenta o velho barbudo usando uma armadura enferrujada ao chutar um cascalho do chão. — É para isso que estou aqui , desde que parti há três meses de penhasco blindado , apenas tenho pensado nisso – orgulhoso de si afirma o jovem de armadura leve. — Ainda há tempo garoto, de correr para sua cidade e virar um pescador. — Não o farei e amanhã estarei em minha primeira missão ao labirinto. — Tenho um filho assim como você, garoto, ele também me ignorou. — E ele morreu por isso? – disse o jovem de sobrancelhas erguidas. — Não, ele se tornou um bruxo, talvez a morte fosse um destino mais fácil e prazeroso para ele – disse o velho exibindo um sorriso de dentes podres. O jovem também sorriu e se despediu, o sol já se punha e seu corpo clamava por descanso após um longo dia de treinamento. DIA 91: Um grupo se aproxima do grande portão triangular, o guerreiro que aparenta ser o mais velho toma a frente e troca palavras com os guardas na entrada, em seguida o agrupamento entra no labirinto. — Estamos aqui para fazer o reconhecimento de uma área até então desconhecida – disse o líder velho e corpulento. — Vamos evitar entrar em combate desnecessário, apenas seguiremos o caminho já mapeado até a nova área , entenderam? – continua o velho enfático. SIM, SENHOR! – responde o resto do grupo em uníssono. Um parasita astral surge e se agarra a um soldado que em desespero corre para dentro do labirinto logo se perdendo de vista. — Bem.. vamos todos tentar não morrer, há coisas bem piores que isso no labirinto , se mais alguém for "emocionado" que se retire – disse o líder. Mais uma vez o mundo parecia ter ficado em silêncio . DIA ??: Durante a viagem o grupo é atacado por monstros que sem grandes dificuldades são aniquilados. — Ei , olha o que os monstros deixaram - afirma um dos guerreiros. — O que há nesses baús? – disse o jovem vindo de penhasco blindado. — Itens valiosos, e é tudo que você precisa saber – respondeu o velho líder. "Um monte de papel velho cheio de rabiscos inúteis" – pensou o jovem. "Irei levar um deles para minha mãe de lembrança, não vão sentir falta, afinal são todos iguais" – continuou em seus pensamentos, colocando o pergaminho em sua bota esquerda. — Se usar um desse tipo "Esfera" na sua arma poderá melhorar a capacidade dela, veja – diz um dos guerreiros fazendo uma demonstração. Ao Encostar o item, ele desaparece junto com arma misteriosamente... ISSO NÃO DEVERIA TER ACONTECIDO! - grita o guerreiro. Eu.. eu..Testei antes e deu certo , Ela até brilhou e fez um som estranho estava afiada como nunca antes – diz o Guerreiro transtornado. Coletem tudo que puderem e vamos em frente – bradou o líder. DIA ??: O grupo faz uma pausa. — Como puderam ver , aqui só existe noite então tratem de recuperar suas energias e por gentileza tentem não esgotar os mantimentos ou iremos ter que comer a porca mais gorda dentre vocês – disse o lider em voz alta. — O que há por esses outros caminhos? - questiona o jovem de penhasco blindado. – Alguns levam a corredores sem saída e outros á criaturas que são a própria face da morte – disse o lider já acenando para que o jovem começasse a comer. — Revezamos a vigília , aos novatos descansem primeiro – disse , já sentando ao chão murmurou " não serão os monstros que vão me matar e sim minhas pernas" — Ei Garoto, ao sul daqui existe uma criatura chamada Anax, o flamejante, uma criatura feita de lava , que derrete todos que se aproximam – disse o guerreiro deitado próximo ao jovem de penhasco blindado. — será que veremos algo tão assustador assim? – disse o jovem — O que desejamos é que não – Respondeu. Um parasita surge e rapidamente o guerreiro se levanta sacando sua clava, atingindo o parasita eficientemente e o jovem .. o deixando desacordado. Vou resolver isso , não se preocupe – disse o guerreiro cego. Já Dormiu? – seguindo sem obter resposta o guerreiro também dorme. DIA ??: — Chegamos a área desconhecida, vamos mapear e então voltaremos – disse o homem corpulento e de olhos cansados ao grupo que apresentava o mesmo tipo de olhos — Todos armados, assim que entrarmos poderemos enfrentar o pior demônio que já vimos – continuou o lider. E então entraram... Um.. olho – balbuciou um guerreiro caindo ensanguentado. gritos era tudo que o jovem de penhasco blindado escutava, em seu rosto um líquido vermelho escorria Sangue... Não só pelo seu rosto.. Mas pelo Corpo todo. — Recuem.. e segurem o avanço dos monstros , lanceiros á frente!! – gritou o velho líder. " Foi rápido demais... Isso é ridículo... Vamos todos morrer " – foi o que passou pela cabeça do velho ao ver que toda a vanguarda foi varrida num piscar de olhos, o desespero tomou seu coração e pela primeira vez molhou a calça de algo que não era bebida. O sangue escorre e toca o papel... Por todos os espíritos, mas o que é isso?! – o jovem grita ao ver o pergaminho brilhar e um guerreiro luminoso emergir de um selo mágico. O Guerreiro Azul brilhante segue imediatamente para o fronte , como uma providência divina , seguiu lutando contra todos os monstros de uma vez e de relance olhou para o jovem como que dizendo "Fuja". DIA 95: — O que viu lá? – Pergunta a figura que transpira morte e pavor. — Nada – Respondeu o guerreiro. As tentativas de obter alguma informação com os sobreviventes até agora não deram bons resultados. " Ele não parecia ser um cego" – Seguiu o proscrito ao interrogatório do próximo batedor. — Então esse é um dos sobreviventes? Espero que o estado dele esteja melhor que o dos outros - Disse um cavaleiro de armadura completa e escura, que emanava grande imponência ao entrar na tenda. — Foi uma experiência traumatizante ver seus companheiros morrerem de forma tão brutal, seja pelo encontro com a criatura ou pela terrível viagem de volta, no momento o líder do grupo não está consciente e dos outros quatro que conseguiram escapar da morte, três estão impossibilitados de dar qualquer detalhe dos eventos , entre eles dois que só repetem uma coisa "O olho te observa", de alguma forma o rapaz é uma excessão, ele está aparentemente bem, dada as circunstâncias – disse o xamã apontando para a cama onde o jovem de penhasco blindado estava. — Vamos rapaz me conte tudo que viu lá – disse o capitão morto-vivo. DIA 486 — Ei Hudi , está não é uma linda noite estrelada? - diz o pescador que segue recolhendo as redes. — Sim, é – disse Hudi olhando em direção ao céu com gratidão. FIM. Nick: Megirus Servidor: Br-Tourmaline
×
×
  • Create New...