Jump to content

[2015.07.10] Momentos da história. Crônicas de Warspear. Capítulo IV


Peter_Munk
 Share

Recommended Posts

%D1%80%D0%B0%D0%B1%D0%BE%D1%82%D0%B0.jpg

O contingente das Guildas reunidas, com o apoio do exército de Lacaios, atacou bravamente o inimigo mútuo das alianças: Sam Hain. Ele apareceu em Arinar no cair da Noite Mediana, tentando roubar toda alegria do reino ao dominar os coringas. Somente quando os guerreiros libertaram os prisioneiros e arrancaram a cabeça de abóbora de Sam Hain é que a ameaça foi eliminada. Por pouco tempo. (3.9.0)

O júbilo desse evento não durou muito, pois más notícias chegaram das Fronteiras da neve. Jakkars, demônios criados por Garaan em tempos remotos, deixaram seus abrigos na fronteira do mundo e viajaram mil anos para o passado, para uma era em que Arinar era jovem e a Lança do Ancião Branco ainda descansava, intacta, no Bosque Divino. Garaan, o Deus Apostato, tentou obter a lança, mas não tinha poder o suficiente. Quando ele pediu a ajuda de Rubério, um dos poderosos dragões, essa lhe foi negada. Os Jakkars foram ao passado oferecendo falsas promessas para conseguir a aliança do dragão. Os Sentinelas e a Legião lutaram juntos contra esse inimigo e eliminaram mais uma ameaça do passado de Arinar. (3.10.0)

Enquanto isso, em Irselnort, exploradores encontraram o caminho para a Torre de Berengar. A torre permaneceu escondida no topo das Grandes Montanhas por muitos anos, mas espíritos Feiticeiros ajudaram os exploradores a romper os selos nos portões. A construção era povoada por criaturas agressivas vindas de outros mundos e, depois de uma longa batalha, os exploradores encontraram a preciosa Guirlanda do meio-dia: um dos artefatos mais poderosos dos Primogênitos. Antigos estudioso acreditavam que o poder mágico de duas relíquias especiais, a Guirlanda do meio-dia e a Pedra de Valaria, seriam amplificados se elas permanecessem unidas. (3.11.0)

Uma rota de navegação para Ayvondil foi proposta e descartada várias vezes. Era uma questão de tempo, mas ambos os lados foram muito danificados nos combates contra Sam Hain, os Jakkars e as criaturas da Torre de Berengar. Todos precisavam de reforços e armas. Cada vez mais ferreiros aprenderam os segredo da forja para criar os próprios equipamentos, forjando as peças que faltavam, usando materiais antigos e processando novas matérias primas. O povo de Arinar entendeu que a forja era uma forma fascinante de participar do combate. (3.13.0)

No mesmo ano, misteriosas Pedras Brancas repletas de poder Astral caíram nas ilhas dos Sentinelas e da Legião. O Peregrino Branco queria avisar a Arinar algo muito importante, mas seus recados foram ignorados pelos líderes, que preferiram construir grandes monumentos aos heróis nas capitais. (3.14.0)

O sexto ano da guerra chegou ao fim.


Continua...
 
Parte anterior

Link to comment
Share on other sites

  • Akasha pinned this topic
  • Akasha unpinned this topic

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...