Jump to content

Coração de gelo (Nick: Siberya, serv.: Tourmaline)


 Share

Recommended Posts

Carta para ninguém

 

       Se você está lendo isso, provavelmente você encontrou o coração, e se tiver realmente encontrado, sinto muito em dizer, mas você foi amaldiçoado. aqui deixo meu relato e minhas últimas palavras:

 

Em uma de minhas missões pelos pântanos de nortland, em certo momento me deparei com vários ninhos. Era uma infestação de serpes e havia ninhos por todas as partes. Minha missão era a coleta de diamantes perdidos para os mercadores da liga sem correntes. A primeira coisa que fiz ao avistar as serpes foi eliminar elas, pois eram hostis. Depois fui vasculhar seus ninhos. Dizem que os ovos de serpes são uma iguaria, pensei eu:

"- poderia vender por um bom preço, talvez!" 

 Porém, ao analisar os ninhos, não achei nada de interessante, somente alguns dos diamantes que eu estava buscando.

No último ninho que vasculhei, o mais distante, estava próximo a uns escombros, um local fechado e escuro, uma ruína. Tive que me esforçar muito pra poder puxar ele de lá de dentro! Parando pra olhar ele, achei mais um diamante! Faltava tão pouco para eu poder entregar e voltar pro meu descanso em ayvondil que eu já estava ficando até relaxada. Porém, vi algo que chamou minha atenção no fundo do ninho. Algo brilhante. Havia um coração lá, não sei se era humano mas parecia. Ele tava duro igual pedra e levemente gelado. Brilhava feito estrela, uma luz invejavel. Por algum motivo aquele coração me atraiu, e eu guardei ele comigo, talvez valesse algo no mercado negro. Então, fui terminar meu dia de trabalho e voltei para ayvondil. 

 

Um dia depois, conversando com arqueólogos das ilhas de ayvondil, mostrei essa mais nova descoberta, essa relíquia, que me enchia os olhos! Ao vê-lo, a arqueologa esboçou uma cara de preocupação e medo. Tentei entregar para ela analisar e ela não quis nem pegar. Começou a gaguejar falando que eu não deveria ter pego ele, que ela estava muito confusa, disse que precisava respirar e ler algumas coisas e que mais tarde me encontrava. Eu sem entender nada, guardei o coração de volta na mochila e esperei pelo encontro com ela. Eu me sentia estranha, em relação ao coração, parecia que ele tava consumindo minhas energias, me enfraquecendo, porém continuava cada vez mais fascinada por ele.

Foi então que nos encontramos de novo, e ela ainda esboçava uma cara preocupação, perguntei o que aconteceu e ela me contou a história, a lenda sobre o coração de gelo:

 

" - Segundo antigos arqueólogos e aventureiros experientes da vasta Terra de ayvondil, existe uma lenda não tão conhecida, e não tão comentada pelos mais arcaicos, de que nos primórdios da existência humana, as terras úmidas de nortland outrora foi local de um grande reinado, onde diziam que a família real era descendentes dos próprios deuses da neve e do frio.

A rainha por ser descendente direta dos deuses fora escolhida para ser receptáculo do mais poderoso dom dos deuses, e que não temos conhecimento de qual dom seria esse, pois segundo a lenda, a rainha não conseguiu suportar tal poder, ficando enferma, perdendo sua vitalidade e força, até seu último suspiro. Seu coração havia virado puro gelo.

Antes de sua morte, a família real já temia que algo ruim iria acontecer, pois conforme a rainha perdia suas forças, o reino e as casas criavam rachaduras, o gelo que antes constituía suas moradas, que era dura como diamante, se via enfraquecida junto com a rainha. Temendo o pior, a família ordenou colocar a rainha em descanso num santuário, onde oravam dia e noite para sua melhora, porém em vão.

No seu último suspiro, todo o reinado foi a chão, não sobrando mais nada além do santuário, que mesmo abatido com rachaduras conseguiu aguentar. Todos morreram ali mesmo.

O reinado ficou em ruínas e assim permaneceu até os dias de hoje. Essa é a lenda do coração de gelo, onde ele está é um segredo para todos, não sabemos nem se ele existe ainda, se a lenda for algo real. Os pântanos são terras traiçoeiras, com muitos animais selvagens, tentar achar algo lá é loucura, ninguém nunca tentou." 

 

Sabendo disso fiquei horrorizada por saber onde me meti, e por se tratar de uma lenda, ninguém poderia me ajudar! Não havia estudos a respeito dessa maldição.

Eu inúmeras vezes tentei me livrar do coração, porém ele sempre retornava para para mim. De todas as maneiras ele queria ser preservado. Me encontrei sem rumo. Foi então que decidi viver meu resto de vida nos pântanos, longe de tudo e todos, escondida para que mais ninguém passasse pelo que passei.

Eu fiquei muito debilitada em pouco tempo, nenhum medicamento conseguia cessar a angustiante dor que eu sentia pelo corpo, aquilo estava me consumindo. Eu era obrigada a portar esse coração e guardar ele. A existência dele significava a existência da família real.

 

Então, diante dessa carta venho avisar a quem encontrá-la: fique longe desse coração, deixe-o aprodecer no esquecimento junto ao meu corpo. O melhor é fingir que ele nunca existiu. Não há futuro nisso. Fique longe.

É um ciclo sem fim. 

 

Spoiler

IMG_20220815_173749.thumb.jpg.631193c9be7b40ed09ce2466f79e2b84.jpg

 

Nick: siberya

Servidor: Tourmaline 

Objeto: coração de gelo, dropa no ninho das serpes, em pântanos de nortland.

(História fictícia, talvez não :) )

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.
Note: Your post will require moderator approval before it will be visible.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

 Share

×
×
  • Create New...