Jump to content

Victor Rodrigues

New Members
  • Posts

    10
  • Joined

  • Last visited

About Victor Rodrigues

  • Birthday 02/20/2004

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location:
    Brasil

Game server

  • BR-Tourmaline

Victor Rodrigues's Achievements

Hero from Nowhere

Hero from Nowhere (2/7)

6

Reputation

  1. Mas precisa ser realmente obrigado a fazer? Não poderia ser igual a quest da Bg heróico? Muitos nível baixo não conseguem ajuda tão cedo e acaba ficando travado
  2. Qual o intuito dessas missões? Só deixa os nível baixo travados sem poderem prosseguir no jogo. Tem como nerfarem essas quest? Ou tornarem elas não obrigatórias?
  3. Elfos podem ganhar o quanto quiserem, a vitória deles é completamente desmerecida pelo favorecimento do game.
  4. Parei de ler no "1.200 de dano tanto físico como mágico sem dificuldade nenhuma".
  5. Tem como dizer para a Aigrind evitar esse tipo de evento até a quantidade de players de cada facção for ao menos quase igual?
  6. Tive que usar a minha fantasia de Otaku ksksks mas eu tinha outra da Peste Negra, pena que já tava muito acaba
  7. A alguns anos atrás, em meus primeiros passos dentro das terras de Irselnort, estava apenas fazendo favores em troca de dinheiro pela sobrevivência neste mundo perigoso, não era nada que me desse muito trabalho, eu apenas tinha que derrotar alguns piratas perto de um rio na Ilha Sotavento, consegui derrota-los com facilidade, mas ao voltar para falar com Ingólfr notei que havia uma caverna perto de onde o mesmo ficava, porém ignorei e voltei a primeira cidade procurando Verimundo que havia dito ter um trabalho para mim, ele havia me dado como missão voltar a Ilha Sotavento para pegar uns materiais especiais, eu estava tranquilo, não era nada difícil. Quando passei novamente pela caverna, vi um indivíduo cabisbaixo saindo da caverna, aparentemente ele tinha levado uma surra, seus equipamentos já não estavam nas melhores condições. Eu só o observava discretamente, porém ele percebeu minha atenção e se aproximou de mim "Olá, sou Vihan. Vim do Clãs das Montanhas, qual seu nome?" Olhei agora para ele estranhamente, mas não parecia má pessoa. "Sou Gomo, vim do Clãs das Montanhas também." O sujeito estava em condições bem ruins, eu também não estava tão bem equipado, mas tinha um pergaminho de reparo na minha mochila, me coloquei no lugar dele e doei o item. "Isso vai me ajudar muito, Obrigado." Vihan respondeu Logo depois perguntei a ele o porque de está tão acabado assim, ele respondeu: "Ah sim, meus equipamentos foram massacrados por um mostro nesta caverna" Respondeu com um sorriso sincero no rosto. Logo depois ele me chamou para entrar na caverna e derrotar um grande mostro, O Monstro Marinho. Me perguntei em pensamento: "Por que eu ajudaria um desconhecido?" Mas meu orgulho não foi o suficiente. A criatura era bem forte, tivemos bastante dificuldade no confronto a ela, mas a derrotamos por questões de sorte. O indivíduo parecia bem simpático e educado, ele perguntou se nós podíamos fazer favores para Verimundo juntos, não vi mal na proposta, seria bom um amigo para espantar um pouco a solidão e ajudar neste mundo. Exatamente 8 dias após isso, encontramos um Cavaleiro da Morte lutando contra um Paladino ao lado do Acampamento da Caravana Ocidental, os dois pareciam bem forte, ambos com armaduras pesadas, nós pensamos em ajudar, mas o Cavaleiro disse para nos afastar. A luta estava ficando cada vez mais tensa, não conseguíamos prever quem ganharia, o paladino acertou um ataque critico em cima do cavaleiro, porém o cavaleiro usou suas forças "Reservas" e conseguiu revidar. O paladino caiu derrotado no chão. Vihan se aproximou e perguntou seu nome, o cavaleiro respondeu com voz condada: "Sou Pepin... Um Cavaleiro dos Proscritos" O paladino tinha feito um grande estrago em seu rosto. Vihan fez outra pergunta a Pepin. "Aonde está indo agora? Eu sou Vihan e este é Gomo." Pepin respondeu ainda com voz cansada: "Atualmente estou sem rumo neste mundo..." Não conseguiu terminar suas palavras, caiu igual uma pedra no chão. Levamos ele ao Acampamento e um dia de descanso ele acordou sem demostrar reações, parecia ser durão na queda. Eu o vi primeiro então perguntei: "O que aquele Paladino estava fazendo nas terras da Legião?" Pepin respondeu: "Eu também não sei, mas ela atacou assim que me viu." Apenas olhai para ele. Não havia muito assunto que eu podesse pensar. Vihan chegou a nós com comida e bebidas, falou a Pepin: "Você é um sujeito bem forte, quer se juntar a nós? Poderíamos trabalhar com mais facilidade juntos." Pepin olhou da mesma forma que eu olhei quando Vihan me chamou para se juntar a ele. Pepin não respondeu com palavras, apenas pegou uma bebida e brindou conosco, nós levamos aquilo como uma afirmação. Com o passar dos tempos, nós fomos ficando cada vez mais fortes, Criamos uma guilda e conhecemos novos guerreiros, Vihan era o líder da guilda, eu era um herdeiro junto com Pepin. A vida em Arinar estava mais fácil com a companhia do grupo. Estava tudo indo bem, nossas reservas estavam cheias, equipamentos de boa qualidade, todos estavam ajudando né guilda, porém... Naquele dia... Toda aquela história havia virado pó sem nem ao menos explicações. Eu estava indo apenas fazer minha trajetória normal do dia-a-dia naquela época, deixei o cofre da guilda aos cuidados de Pepin que era o 3° em comando. Quando voltei 6 horas depois, Pepin estava caído inativo perto do cofre, fui até ele e vi que não aparentava ter tido ao menos chance de lutar, foi atacado covardemente por trás. Coloquei um lençol em seu corpo derrotado em demonstração de respeito por tudo que fez, mas Vihan não estava próximo para que eu podesse avisá-lo. Logo depois fui ver os dados da guilda... Não havia ninguém lá, apenas eu Pepin (Que ainda estava caído) e Vihan. Fiquei abismado com tamanha situação. Senti a presença de alguém no território. Vihan estava ao meu lado com uma escada na mão, eu o olhei com um olhar surpreso, já havia percebido oque tinha acontecido. Vihan veio para cima de mim sem demostrar um pingo de sentimentos. Eu consegui defender o ataque, nós entramos em batalha. Foi uma luta difícil, Vihan estava mais forte do que eu imaginava, porém logo depois de nós dois nos cansarmos eu perguntei: "Por que fez isso? Nos traiu. Você era nosso líder, roubou e expulsou todos nós." Vihan nem sequer respondeu, apenas fugiu e desde então apenas me recordo de algumas boas lembranças, mas a pergunta sempre me faço "Por que tudo acabou assim?" Um líder que roubou e expulsou seus próprios soltados, na verdade eles eram mais que isso, eles eram amigos, todos e eram conhecidos. Hoje já não sei aonde aqueles que ainda vivem em Arinar estão, nem sei aonde aquele que tinha uma carisma tão grande e já chamei de amigo está agora. Um líder. Nick=Nozebro Servidor= Br-Tourmaline
×
×
  • Create New...