Jump to content

Ginzo

New Members
  • Content Count

    8
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Ginzo

  1. Histórias belas e fantasiosas correm de boca a boca por Arinar há anos. Tais histórias fascinam e enchem aqueles que as escutam de alegria e esperança, porém, o que não é do conhecimento de todos é que a vida não é tão bela assim, e o que vem agora meus amigos, é uma história sobre a vida real. Uma história de um jovem chamado Oznig e de como se tornou Oz: O Âmbar Espantoso. Oznig tinha estatura média, era magro, seu cabelo era cacheado e seus olhos tinham a cor âmbar, ele além de uma feição triste, carregava cicatrizes no rosto. Desde cedo teve que lutar para que pudesse sobreviver, mas não como você pensa, sua luta não era como as grandiosas batalhas de honrados guerreiros contra vilões maléficos, onde o bem sempre reinava no final, não, sua luta era contra a fome, pobreza, dores e cansaço, adversidades da vida real, que muitas das vezes venciam o pobre jovem. Oznig nunca havia se sentido importante, a solidão era a única que o acompanhava em sua história. O único sentimento positivo que Oznig sentia era admiração, e em meio a tantas coisas admiráveis, ele escolheu dedicar tal sentimento a objetos que muitas vezes eram desvalorizados, abandonados e solitários, a não ser pela presença dos seus queridos amigos corvos. Já devem estar imaginando o que ele admirava não é mesmo? Sim meus amigos, eram espantalhos. Oznig se encantava, tanto que dedicava sua vida a cuidar deles, recebia pouquíssimas moedas em troca dos seus toques e cuidados, que eram simplesmente extraordinários. Ele conseguia transformar qualquer espantalho mal cuidado em algo totalmente horripilante, tanto que ninguém ousava encarar ou mesmo se aproximar deles. Esse medo comum foi despertando a curiosidade de mais e mais pessoas, fazendo assim com que elas o admirassem. Oznig nunca havia sentido algo tão bom, as pessoas passavam por ele e cumprimentavam-no. Alguns anos se passaram e Oznig já havia conseguido bastante ouro, tanto que montou o grande Salão Espantoso de Arinar, um lugar cheio de suas criações mais espantosas, onde as pessoas pagavam apenas para vê-las. Logo, uma história sobre ele foi criada e assim tornou-se famoso em Arinar. O dom de criar "espantosidades" chamou a atenção de uma celebridade quando o assunto era terror, Sam Hain. Ele ficou extremamente invejado pelo talento de Oznig, e quis dar um fim a ele, afinal, seu Circo dos Horrores e suas criaturas tinham que ser as coisas mais assustadoras existentes em Arinar, então, em meio a uma noite escura, o mesmo resolveu fazer uma visita ao grande Salão Espantoso. Hain disfarçou-se de cliente, pedindo que Oznig apresentasse cada uma de suas criações, e a cada espantalho visto por Sam hain, um pequeno ódio era gerado. No final de tudo, Hain perguntou a Oznig se ele considerava algo mais assustador que suas criações, e o mesmo disse que não, ele acreditava que não havia sequer uma alma viva, e quem sabe nem mesmo morta, que ele não conseguisse espantar com suas criações. Após ouvir isso, Hain explodiu em raiva e revelou sua verdadeira aparência, uma criatura com cabeça de abóbora e uma feição extremamente raivosa. Com algumas palavras lançou uma terrível maldição em Oznig, ele se tornou a criatura mais feia daquele salão, era alta, com roupas de cores frias, braços e pernas finos, suas mãos carregavam garras, seu rosto carregava seus olhos na cor âmbar, sua voz teria mudado, o tom era muito mais grave e assustador. A maldição não apenas o transformou naquela criatura, além disso Hain o disse "Já que tu gostas tanto de mostrar a todos suas criações, tudo o que criar retirará energia vital de quem as ver, isso também se aplica a você hahahahahaha!" Sam Hain sumiu e o deixou, Oznig estava incrédulo diante a tudo que aconteceu, porém consciente, tentava se mexer mas seu corpo não respondia a seus comandos, ele não conseguia nem mesmo falar, então ficou ali parado, imóvel durante horas e horas pensando no porquê daquilo ter acontecido, até que o dia amanheceu e as pessoas começaram a entrar em seu salão, o que acontecia após entrarem nao era nada atrativo, a cada espantalho visto elas ficavam mais e mais fracas e no final, quando não tinham mais forças, a última coisa que viam antes de morrer era o olhar amarelado dos olhos cor de âmbar de Oznig. Ele assistia a tudo em negação, tudo aquilo era torturante para ele, afinal, ninguém que entrava saía com vida, e vendo todas essas mortes diante de si, alimentou um sentimento terrível por Sam Hain. Todas aquelas mortes não passaram despercebidas pelas outras pessoas da cidade, assim que entravam no salão a atenção de todos era voltada pela pilha de corpos que havia mais a frente e ninguém conseguiria explicar o por que daquilo acontecer. Diante de todo o medo e ignorância, além de raiva, os moradores que antes admiravam o Salão Espantoso logo o repudiavam e temiam, e todo esse medo alimentou as chamas que subiam após eles incendiarem o Salão, fazendo com que Oznig e todas as suas criações se tornassem cinzas. Antes de morrer, Oznig jurou vingança e prometeu a si mesmo que toda a dor sentida por ele, iria ser infinitamente insignificantes diante ao que ele causaria em Sam Hain. Anos se passaram e agora, o Salão Espantoso de Oznig e suas criações, ficaram apenas nas memórias daquele povo, histórias tão amargas que fizeram com que seu espírito retornasse em busca de saciar sua sede por vingança e redenção. Ele trazia consigo todo o ódio em forma de magia negra, e agora não mais criava objetos inanimados e sim espantalhos assustadores e poderosos para formar seu exército. Essa é a história de origem de Oz: O Âmbar Espantoso. Detalhes sobre Oz: Como dito, sua aparência é tenebrosa. É alto, com roupas de cores frias, braços e pernas compridos e finos, suas mãos carregam garras e seu rosto carrega seus olhos na cor âmbar. Oz tem também espantalhos que formam seu exército. A aparência de seus servos tenta copiar a sua, porém não são cópias perfeitas, tendo assim algumas diferenças, que são expressas por cores, quanto mais fria mais próxima da perfeição. Habilidades: Atrocidade Com sua magia negra, Oz conjura uma foice e ataca com dois cortes marcando o adversário, causando assim dano por físico por cada hit e logo após há chance de ser aplicado o efeito sangramento. Mãos do submundo Oz traz um de seus servos do mundo inferior. Esse servo se revela em baixo do solo, trazendo somente suas mãos à superfície, prendendo seu adversário e deixando-o imóvel por certo tempo. Criação perfeita Oz invoca um espantalho perfeito, sua aparência é idêntica a de Oz, confundindo seu oponente, que poderá atacar somente a criação por um curto período de tempo. Espanto Oz utiliza sua aparência para assustar sua vítima que recebe o efeito “fear”, a mesma começa a correr na direção contrária. Subtração vital Oz envolve sua vítima em magia negra, levando-a a ter alucinações espantosas, enquanto for alvo do ataque, a vítima não poderá se mexer ou usar habilidades e sua vida será drenada aos poucos até no máximo de 15% e transferida para Oz. Nome do char: Xmwx Servidor: Br-Tourmaline
  2. Ginzo

    Axel e Sword?

    Boa noite pessoal. Há uns dias atrás eu vi um tópico e ele dizia que usar adaga+espada era muito bom, e que faz diferença. Ultimamente, eu que uso axel venho sentindo uma dificuldade, a skill demora sair, o hit também não sai as vezes e isso me levantou uma dúvida, usar axel+sword é tao bom quanto usar adaga+sword?
  3. Perdoa minha falta de habilidade com edição e talvez a falta de criatividade também kk, é isto. O título do vídeo é "Guerra Junina do Warspear". link:
  4. Já tinha um tempo que tava afim de fazer meu char, porém estava sem inspiração pra isso. Finalmente consegui. LoL
×
×
  • Create New...